CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
PerfilPerfil
ContatoContato
LinksLinks
Rahna
Flash dos teus olhos... Segundo eternizado na minha retina..
Textos

DOCE SAL
Tua voz e teu canto de poeta triste
Entoado em versos de pura beleza,
São verdades ditas com real crueza,
Que doem às vezes...Que em sentir consistem...

Nunca te calastes ante as agruras
Da tua vida frágil, aprisionada.
Nunca te resignastes prosternada.
Levantastes, vestistes armadura!

Tempero do versejar... Doce Sal...
Ceifou-te-nos o destino falaz.
Mas teu poetar único, sem igual,

Ficar-nos-á como grande bandeira
Desfraldada, saudosa e sobranceira...
Ficam-te os versos e o canto inda mais...

* * *

(À poetisa e amiga Olímpia Salete Rodrigues (Sal) que faleceu em 21/05/06 - http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=2415)
Rahna
Enviado por Rahna em 21/05/2007
Alterado em 06/03/2009


Comentários